Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

#GrammarDay03: Verbo To Be

Hoje é dia de #GrammarDay! Seguindo nossa ordem de aprendizado, o post de hoje fala sobre “Verbo To Be”. 

Esse é um dos assuntos mais vistos de quando começamos a estudar inglês. O verbo be é alvo constante de estudo pelo fato de possuir um sentido amplo e de ser adaptável para qualquer tempo verbal. Ele assume significado de “ser”, “estar”, “ter”, tem a ideia de constatar um fato ou um estado e pode funcionar como verbo principal, de ligação ou auxiliar.

Verbo principal é o que carrega toda a carga semântica de uma oração. Sua ausência faz com que a frase perca completamente o sentido.

Um verbo de ligação é o que não indica ação e sim uma ligação entre dois termos: o sujeito e suas características. Por exemplo: “A criança é bonita”. “A criança” é o sujeito, “é” o verbo e “bonita” o complemento. Logo, o verbo “é” não indicou uma ação e sim uma ligação entre a menina e sua característica que é a beleza.

  • Verbo auxiliar tem a função de ajudar o verbo principal, quando este não é forte o suficiente para fazer frases interrogativas ou negativas, ou porque precisa de outro verbo afim de complementar o sentido (e indicar, por exemplo, que uma ação ainda está ocorrendo).

A versatilidade desse verbo faz com que seja muito utilizado e de uso fácil para aqueles que começam a dar seus primeiros passos no aprendizado do inglês. As primeiras frases que costumamos aprender são aquelas que nos apresentam e falam quem somos. Todas tem a presença do verbo be. Exemplo:

My name is Renato [Meu nome é Renato.]

  • I am Canadian. [Eu sou canadense.]
  • I am 26 years old. [Eu tenho 26 anos de idade.]
  • I was a student two years ago. [Eu era uma estudante dois anos atrás.]Podemos perceber que não há a presença da palavra “be” propriamente dita e sim de “is“, “am“, “was“. Isso ocorre porque be é um verbo irregular, ou seja, em cada tempo verbal ele altera a sua estrutura (ou radical, como normalmente conhecemos), passando a perder qualquer semelhança com a forma original. No presente e passado simples, o verbo be é alterado e passa a ser escrito de formas diferentes, dependendo de qual pronome / nome que acompanha:

Verbo

Tempo Verbal

Número

Pessoa

Am Presente singular I
Is Presente singular he / she / it
Are Presente singular e plural you / we / you / they
Was Passado singular I / he / she / it
Were Passado singular e plural you / we / you / they
  • Am – singular, utilizado no presente com o pronome I.
  • Is – singular, utilizado no presente com os pronomes da 3ª pessoa do singular (he/she/it) ou substantivos de mesma equivalência semântica.
  • Are – singular e plural, utilizado no presente com a 2ª pessoa do singular (you), e todas as pessoas do plural (we/you/they) ou substantivos com mesma equivalência semântica.
  • Was – singular, utilizado no passado com os pronomes I, he, she, it ou substantivos de mesma equivalência semântica. O verbo was corresponde aos verbos am e is.
  • Were – singular e plural, utilizado no passado com a 2ª pessoa do singular (you), e todas as pessoas do plural (we/you/they) ou substantivos com mesma equivalência semântica.

Por ser um verbo considerado “forte” (ou seja, faz parte daquele seleto grupo de verbos auxiliares/de ligação que tem capacidade de fazer frases afirmativas, interrogativas e negativas sem ajuda de outro verbo, afinal são eles quem ajudam os outros por serem “fortes”), ele tem capacidade de fazer frases negativas e interrogativas sem auxílio de outros verbos, tornando o aprendizado mais objetivo e simplificado. O tempo verbal em que é mais comumente utilizado é o presente e passado simples. O verbo to be pode ser utilizado em frases afirmativas, negativas e interrogativas.

Afirmativa

Na afirmativa, o verbo be pode ser utilizado na forma completa ou contraída. Qualquer uma das formas são consideradas corretas e amplamente utilizadas, depende apenas da opção do falante:

Presente

Passado

Forma completa

Forma Contraída

Forma completa

Forma Contraída

I am I’m I was

You are You’re You were

He is He’s He was

She is She’s She was

It is It’s It was

We are We’re We were

You are You’re You were

They are They’re They were

Observação: não há forma contraída na afirmativa do passado, apenas do presente.

O verbo be segue aquela estrutura básica de uma oração:

Sujeito + verbo (am / is / are / was / were) + complemento

Presente

  • I am a teacher. [Eu sou uma professora.]
  • You are so happy today! [Você está tão feliz hoje!]
  • He is from Guatemala. [Ele é da Guatemala.]
  • She is a great doctor. [Ela é uma ótima médica.]
  • It is such a cute dog. [Ele é um cachorro tão fofo.]
  • We are classmates. [Nós somos colegas de sala.]
  • You are very handsome. [Você é muito bonito.]
  • They are my favorite cousins. [Eles são meus primos favoritos.]

Passado

  • I was a teacher. [Eu era uma professora.]
  • You were so happy yesterday! [Você estava tão feliz ontem!]
  • He was in Guatemala. [Ele estava na Guatemala.]
  • She was a great doctor. [Ela foi uma grande médica.]
  • It was such a cute dog. [Ele era um cachorro tão fofo.]
  • We were classmates. [Nós éramos colegas de sala.]
  • You were so sad. [Vocês estavam tão tristes.]
  • They were the best cousins. [Eles eram os melhores primos.]

Negativa

Na negativa, o verbo be pode ser utilizado na forma completa ou duas formas contraídas diferentes. Qualquer delas é considerada correta, é tudo uma questão de escolha do falante:

Presente

Passado

Forma Completa

Forma Contraída

Forma Contraída

Forma Completa

Forma Contraída

I am not I’m not

I was not

I wasn’t
You are not You’re not You aren’t You were not You weren’t
He is not He’s not He isn’t He was not He wasn’t
She is not She’s not She isn’t She was not She wasn’t
It is not It’s not It isn’t It was not It wasn’t
We are not We’re not We aren’t We were not We weren’t
You are not You’re not You aren’t You were not You weren’t
They are not They’re not They aren’t They were not They weren’t

Observação: não há forma contraída de sujeito + verbo no passado, apenas no presente.

Como você viu, as coisas mudaram um pouco e a estrutura recebeu um “amiguinho”: not.

Sujeito + verbo (am / is / are / was / were) + not (não) + complemento

Presente

  • I am not a teacher. [Eu não sou uma professora.]
  • You are not happy. [Você não está feliz.]
  • He is not from Guatemala. [Ele não é da Guatemala.]
  • She is not a good doctor. [Ela é não uma boa médica.]
  • It is not a cute dog. [Ele não é um cachorro fofo.]
  • We are not classmates.[Nós não somos colegas de sala.]
  • You are not ugly. [Você não é feio.]
  • They are not my favorite cousins. [Eles não são meus primos favoritos.]

Passado

  • I was not a teacher.[Eu não era uma professora.]
  • You were not happy yesterday. [Você não estava feliz ontem.]
  • He was not in Guatemala. [Ele não estava na Guatemala.]
  • She was not a great doctor. [Ela não foi uma grande médica.]
  • Itwas not a cute dog. [Ele não era um cachorro fofo.]
  • We were not classmates. [Nós não éramos colegas de sala.]
  • You were not sad. [Vocês não estavam tristes.]
  • They were not the best cousins. [Eles não eram os melhores primos.]

Interrogativa

Na interrogativa, o not desaparece e o verbo be muda de posição com o sujeito. Além disso, não há opção de forma contraída, sendo aceita apenas a forma completa:

Presente

Passado

Forma Completa

Forma Completa

Am I…? Was I…?
Are you…? Were you…?
Is he…? Was he…?
Is she…? Was she…?
Is it…? Was it…?
Are we…? Were we…?
Are you…? Were you…?
Are they…? Were they…?

Verbo (Am / Is / Are / Was / Were) + sujeito + complemento

Presente

  • Am I beautiful? [Eu sou bonita?]
  • Are you happy? [Você está feliz?]
  • Is he from Guatemala? [Ele é da Guatemala?]
  • Is she a good doctor? [Ela é uma boa médica?]
  • Is it a dog? [Ele (isso) é um cachorro?]
  • Are we classmates. [Nós somos colegas de sala?]
  • Are you a student? [Você é um estudante?]
  • Are they your favorite cousins? [Eles são seus primos favoritos?]

Passado

  • Was I a good teacher? [Eu era uma boa professora?]
  • Were yo happy yesterday? [Você estava feliz ontem?]
  • Was he in Guatemala? [Ele estava na Guatemala?]
  • Was she a doctor? [Ela era médica?]
  • Was it a cute dog. [Ele era um cachorro fofo?]
  • Were we classmates? [Nós éramos colegas de sala?]
  • Were you sad? [Vocês estavam tristes?]
  • Were they your favorite cousins? [Eles eram seus primos favoritos?]

Você pode estar se perguntando o por quê dessa mudança de posição de verbo e sujeito, mas não se preocupe, isso é apenas uma convenção da língua inglesa. Normalmente estudamos o verbo be dos demais verbos em função da diferença sintática (ou seja, a estrutura da oração) e também da diferença semântica (ou seja, de sentido). Mesmo que os verbos e o to be tenham o mesmo tempo verbal, as regras são diferentes para cada um, podendo, dessa maneira, confundir o estudante sobre quando utilizar uma estrutura em detrimento de outra.

Assine nossa newsletter para ler os artigos com prioridade. Até a próxima terça 🙂

Receba Dicas e Aulas Gratuitas por Email

Sobre nós

A 4 Life Idiomas é uma Escola de Idiomas Online para aulas particulares sob agendamento e Curso de Inglês Online.

ajuda

  • contato@4lifeidiomas.com